Engenharia de Produção


Período

Diurno (2 ½ anos - manhã e 2 ½ anos - noite).

Autorização

Resolução Consun nº 221/08 publicada em 25/02/08.

Reconhecimento

Portaria nº 730/13 publicada em 24/12/13.

Engenheiro fundamental em diversos tipos de Empresas.

O engenheiro de produção planeja atividades que utilizam recursos humanos, financeiros e materiais para aumentar a produtividade de uma empresa. Sua participação é fundamental não só em indústrias, mas em empresas dos mais diversos ramos.

Sua atuação se estende às ações que envolvem movimentação de pessoas, materiais e/ou equipamentos, como as transportadoras, para as quais traça rotas mais eficientes e roteiros de transporte, sistemas de supervisão e controle da segurança de pessoas e bens.

Adicionalmente, é requisitado por instituições da área financeira, como bancos, seguradoras e similares, onde seus conhecimentos matemáticos, combinados com raciocínio lógico e análise crítica, são de grande utilidade em operações complexas e de grande responsabilidade.

Este profissional utiliza conhecimentos de engenharia, administração e economia para a racionalização do trabalho, aperfeiçoando técnicas de produção e estabelecendo estratégias logísticas e comerciais de uma organização.

Uma das qualidades mais importantes do engenheiro de produção é a disponibilidade para o desenvolvimento de novos processos, com o espírito criativo e inovador que caracteriza a engenharia. Todas essas habilidades e competências se fundamentam em um contexto de qualidade e sustentabilidade, respeitando a empresa, os colaboradores e os clientes.

Conheça algumas das vantagens de ser aluno da Universidade Santa Cecília (Unisanta)
http://unisanta.br/VidaAcademica/Beneficios



Formação – No Curso da Unisanta, reconhecido pelo MEC com excelente avaliação, alunos fazem trabalhos práticos desde o início do curso, seguindo um projeto pedagógico elaborado para sincronizar os desafios aos conhecimentos que vão sendo consolidados. Muitos desses projetos estimulam o espírito esportivo e proativo, como corridas de triciclos, quadriciclos e multifuncionais transformers, além de permitir, desde o primeiro semestre, o estudo de componentes e conjuntos, de fabricação de veículos e os conceitos teóricos ensinados.

Para dar uma dimensão profissional ao aprendizado, firmaram-se parcerias com importantes empresas, como a multinacional ABB – líder em tecnologias de energia e automação, fabricante de robôs. O robô industrial realiza, em escala menor, operações muito utilizadas em processos de montagem e união das peças, alimentação de esteiras e outras operações robóticas. A Unisanta foi a primeira universidade da região a ter esse tipo de equipamento para fins didáticos..

Campo de atuação

Diversas áreas de engenharia, construção civil, geração e distribuição de energia, empresas portuárias e logística, de tecnologia de informação, sistemas eletrônicos e processos da indústria química utilizam engenheiros de produção em equipe com outros profissionais em suas modalidades.

O Engenheiro de Produção faz uma importante ligação entre as áreas técnica e administrativa de uma organização.

Links importantes

Visite o site da Engenharia de Produção

http://www.unisanta.br/engproducao

Matriz Curricular


1º semestre

Cálculo Diferencial e Integral I
Desenho Básico
Física Geral e Experimental I
Princípios de Engenharia
Probabilidade e Estatística
Atividades Complementares

2º semestre

Cálculo Diferencial e Integral II
Desenho Técnico I
Física Geral e Experimental II
Geometria Analítica e Álgebra Linear
Química Tecnológica
Atividades Complementares

3º semestre

Cálculo Diferencial e Integral III
Cálculo Numérico
Desenho Técnico II - CAD
Física Geral e Experimental III
Mecânica Geral
Atividades Complementares

4º semestre

Eletricidade Aplicada
Computação aplicada à Engenharia
Materiais de Construção Mecânica I
Mecânica dos Fluidos I
Resistência dos Materiais
Termodinâmica Aplicada
Atividades Complementares

5º semestre

Laboratório de Engenharia I
Materiais de Construção Mecânica II
Mecânica dos Fluidos II
Metrologia Industrial
Resistência dos Materiais I
Transferência de Calor
Atividades Complementares

6º semestre

Engenharia Econômica
Processos de Fabricação
Máquinas Térmicas
Estatística Aplicada
Elementos do Projeto Mecânico de Máquinas
Laboratório de Engenharia II
Atividades Complementares

7º semestre

Ergonomia e Higiene e Segurança do Trabalho
Contabilidade e Custos
Gestão da Qualidade e Produtividade
Planejamento e Controle da Produção I
Gestão de Recursos Produtivos - Administração de Materiais
Economia e Administração
Atividades Complementares

8º semestre

Planejamento e Controle da Produção II
Gestão de Projetos
Logística e Cadeia de Suprimentos
Gestão de Operações
Métodos de Pesquisa Operacional
Gestão Ambiental
Atividades Complementares

9º semestre

Automação e Controle de Processos
Projeto de Produto e da Fábrica
Manutenção de Máquinas e Equipamentos
Fundamentos de Marketing
Projeto de Graduação para Engenharia de Produção I
Atividades Complementares

10º semestre

Planejamento Estratégico e Jogos de Empresas
Simulação Aplicada à Engenharia de Produção
Tecnologia e Sistemas de Informação
Projeto de Graduação para Engenharia de Produção II
Atividades Complementares


Disciplina Optativa:
. Libras

Disciplinas Eletivas:
. Automação e Controle I
. Engenharia de Informação
. Tópicos Especiais em Gestão de Pessoas
. Gestão Empresarial

Critérios de Avaliação

A avaliação do aproveitamento escolar é regulamentada pelo Capítulo VI do Regimento Geral da Unisanta, sendo medida através de avaliações parciais semestrais, expressando-se o resultado em notas que variam de zero a dez, atribuídas em pontos e meios pontos.

A avaliação do rendimento escolar será feita por disciplina, conforme as atividades curriculares desenvolvidas, abrangendo os aspectos de freqüência e aproveitamento, eliminatórios por si mesmo, sob a responsabilidade do respectivo docente.

São consideradas atividades curriculares as preleções, pesquisas, exercícios, argüições, trabalhos práticos, seminários, estudos do meio, estágios, provas escritas e orais previstas nos respectivos planos de ensino.

Será considerado aprovado em cada disciplina o aluno que houver freqüentado no mínimo a 75% dos trabalhos acadêmicos previstos e obtido média aritmética igual ou superior 5 (cinco) entre a nota resultante das avaliações parciais e o exame final.

Será dispensado do exame final o aluno que, tendo cumprido a exigência da freqüência mínima e tenha obtido média igual ou superior a 7 (sete) como resultante das avaliações parciais..

Direção do curso

Eng. Antonio de Salles Penteado.

Coordenação do curso

Prof. Dr. José Carlos Morilla.

Telefone

(13) 3202-7132.